Memory Jar: Maio e Junho ❤.

Facebook  |  Instagram  |  Tumblr  |  Twitter  |  Apoie.se   Deixei de lado o Memory de maio e de junho, então resolvi fazer os...


Deixei de lado o Memory de maio e de junho, então resolvi fazer os dois juntos e postar, desculpe o megapost huahuah. Bom, já estamos no meio do ano e isso me assusta um pouco.

Para ler sobre os meses anteriores, clique aqui.
Em abril, 971 pessoas leram sobre meu mês ❤!

"Eu resolvi fazer um apanhado de coisas legais que aconteceram e vão acontecer em 2017, e dividi por mês. É uma forma diferente de fazer o Memory Jar (um projeto que consiste em anotar todas as coisas boas que aconteceram no ano, colocar num pote, e abri-lo em dezembro), é uma maneira de me lembrar que cada mês valeu a pena, e mostrar ao meu eu do futuro que muitas coisas boas aconteceram.
Não sei se alguém lerá esse tipo de post, porém estou pensando mais em mim mesma e no que sentirei quando chegar o final do ano."



△ o que desenhei △

Em maio, me desafiei a fazer 1 desenho por dia durante os 31 dias de maio. E CONSEGUI, foi uma loucura, senti que meu traço foi mudando e o uso de cores também. Fico orgulhosa de mim mesma por conseguir completar o objetivo.
Mas em junho não desenhei tanto quanto queria.

Separei os posts sobre desenhos em três partes, onde falo rapidamente sobre cada um deles, você pode ler clicando nos títulos: parte 1 "Os últimos desenhos que fiz são pedaços de mim", e parte 2 "Os últimos desenhos que fiz são pedaços da minha alma" e parte 3 "Os últimos desenhos que fiz são pedaços das minhas entranhas mais profundas".



- Eu sinto a sua falta e não consigo fazer nada de produtivo. Só tenho você em meus pensamentos: eu vivo nesse tipo de situação quando estou apaixonada, é um saco. Não consigo ficar produtiva o suficiente, porque penso na pessoa 24h, é loucura issoooo.
- A sobriedade não me traz a tranquilidade que eu tanto preciso: não que eu seja uma alcoólatra ou uma drogada. Meus únicos vícios são internet e café. Mas meus momentos de mais relaxamento são quando saio para beber com meus amigos, pois esqueço do turbilhão que há em minha mente.
- Me chame para passar a tarde contigo, vou pedalar depressa com a minha bicicleta amarela. Você faz o café e eu levo a sua torta preferida: eu desenhei algo que sonho em ter. Um relacionamento amoroso ou apenas de amizade, que seja leve desse jeito.
- Durmo com a sensação estranha de que quero ser diferente do que sou, ou de que sou diferente do que quero ser: é um trecho do Diário de Anne Frank. Eu me reconheço em várias frases dela.

△ o que li △

Eu li vários livros curtos e rápidos de ler, incluindo mangás.

- The Private Report on My Lesbian Experience with Loneliness, de Kabi Nagata ★★★★★ O mangá conta a história pessoal da autora, aspirante a mangaká que nunca tinha feito sexo, nem ao mesmo se permitiu pensar em sexo fora dos seus mangás yaoi. A autora é uma mulher de 28 anos que vive em casa, uma desistente da faculdade que tem vivido uma vida solitária e insatisfatória. Ela estava a caminho à auto-destruição até que ela percebeu que precisava viver por si mesma e preencher os vazios em seu coração.
Frag Time, de Sato ★★★ O que você faria se pudesse parar o tempo? Moritani está usando sua habilidade incomum para parar o tempo por três minutos no dia para observar as pessoas ao redor dela. Um dia, ela escolhe "observar" as calcinhas da Murakami da idol da classe - apenas para se encontrar em uma situação muito comprometedora quando sua colega se mostra imune a seu poder.
Só Garotos, de Patti Smith ★★★★★ Crescida numa família modesta de Nova Jersey, Patti Smith trabalhou em uma fábrica e entregou seu primeiro filho para adoção, antes de se mandar para Nova York, com vinte anos, um livro de Rimbaud na mala e nada no bolso. Era o final dos anos 1960, e Patti teve de se virar como pôde - morou nas ruas de Manhattan, dividiu comida com um mendigo, trabalhou e dormiu em livrarias e até roubou os colegas de trabalho, enquanto conhecia boa parte dos aspirantes a artistas Foi então que conheceu o rapaz de cachos bastos que seria sua primeira grande paixão - o futuro fotógrafo Robert Mapplethorpe, para quem Patti prometeu escrever este livro, antes que ele morresse de aids, em 1989. 'Só Garotos' é uma autobiografia nada convencional. Tendo como pano de fundo a história de amor entre Patti e Mapplethorpe, o livro é também um retrato confessional da contracultura americana dos anos 1970. Muitas vezes sem dinheiro e sem emprego, mas com disposição e talento, os dois viveram intensamente períodos de grandes transformações e revelações.
- Kawaii-anata, de Otsu Hiyori ★★★ Uma coleção de one-shots. Cada história é sobre um amor não correspondido e platônico: 1. Maple Love | 2. Love Letter | 3. Cycling Under a Starlit Sky | 4. Kawaii Anata | 5. Winter-tinged Thoughts | 6. A Lunch Made with Love.
- Este é um livro sobre amor, de Paula Gicovate ★★★★ Ella, personagem central do primeiro romance de Paula Gicovate, narra episódios marcantes de sua vida amorosa, construída a partir de quatro relacionamentos com homens de personalidades distintas e atitudes que provocam no leitor uma série de sensações reconhecíveis. Ella tem duas grandes obsessões: a escrita como forma de sobrevivência e o amor. 
- O Espetáculo Carnívoro - Desventuras em Série # 09, de Lemony Snicket ★★★★ Violet, Klaus e Sunny Baudelaire se encontram no porta-malas de um carro preto. Ao volante do automóvel está o ganancioso Conde Olaf, um vilão traiçoeiro que, desde que os Baudelaire perderam os pais num incêndio, vem perseguindo os três com o objetivo de se apossar da fortuna herdada por eles. Em O espetáculo carnívoro, os Baudelaire terão de escapar do Parque Caligari e enfrentar uma multidão indócil. Tudo isso para tentar localizar o dossiê Snicket e decifrar a sigla C.S.C., que pode confirmar se um dos pais das crianças realmente sobreviveu ao terrível incêndio.
- O Escorregador de Gelo - Desventuras em Série #10, de Lemony Snicket ★★★ Separados do bebê Sunny, Klaus e Violet são obrigados a descer uma montanha escorregadia, enquanto tentam salvar a irmã mais nova das garras do temível conde Olaf. A história está repleta de mistérios e mensagens secretas, situações absurdas, desgraça e mal-estar para todos.
- Zine Frutinha, da Flavushh ★★★★★ pode ler aqui. É sobre uma garota-planta que vai crescendo sem ajuda e tem que aprender as coisas sozinha, mesmo se achando bem perdida.
- Zine Grito Pubescente, da Flavushh ★★★★★ pode ler aqui. Zine de quadrinhos e ilustrações feita para meninas adolescentes. Eu aaaaaaaaaaaaaaaamo o traço da Flavia nessa zine, mds!
- Zine O Motivo, de Juni Vênus ★★★★★ pode ler aqui. Em 9 páginas a Juni faz uma pequena reflexão sobre o capitalismo. 


- Sidarta, de Hermann Hesse ★★★ Sidarta é uma reflexão sobre a busca da sabedoria. Fruto de uma viagem à Índia em 1911, foi publicado onze anos depois, em 1922. Sidarta é um espírito rebelde, que a cada etapa de sua vida, busca uma filosofia que se encaixe com a sua alma.
- Mulheres que Correm com os Lobos, Mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem, de Clarissa Pinkola Estés ★★★★★ Sensações de vazio, fadiga, medo, depressão, fragilidade, bloqueio e falta de criatividade são sintomas cada vez mais freqüentes entre as mulheres modernas, assoberbadas com o acúmulo de funções na família e na vida profissional. Esse problema, no entanto, não é recente, acredita a psicóloga junguiana Clarissa Pinkola Estés. Ele veio junto com o desenvolvimento de uma cultura que transformou a mulher numa espécie de animal doméstico.
Através da interpretação de 19 lendas e histórias antigas, entre elas as de Barba-Azul, Patinho Feio, Sapatinhos Vermelhos e La Llorona, a autora identifica o arquétipo da Mulher Selvagem ou a essência da alma feminina, sua psique instintiva mais profunda. E propõe o resgate desse passado longínquo, como forma de atingir a verdadeira libertação.
- O Assassino Sem Rosto, de Georges Simenon ★★★ O romance trata de um caso de múltipla personalidade, Peter Johannson, um escroque internacional que também adota três outros nomes. Sempre escapando da polícia, um dia Peter é descoberto em Paris, mas enquanto se hospeda num hotel, um cadáver é encontrado no trem que o traz à capital francesa. A trama se desenrola entre semelhanças e suspense.
- Pastelão ou Solitário, Nunca Mais, de Kurt Vonnegut ★★★★ Apresenta uma visão apocalíptica vista através dos olhos do atual rei de Manhattan (e último presidente dos Estados Unidos), um olhar perversamente irreverente com os resultados de todos as demais possíveis de loucuras de hoje. Mas até mesmo o fim da vida é transformado pelas mãos de Kurt Vonnegut em hilariante comédia, pastelão e farsa, um final que pode ser piada do Todo Poderoso sobre todos nós.

△ o que assisti △

Eu fracassei em assistir 1 filme por dia durante trinta dias, pois a minha internet também não colaborou para carregar os filmes huahua.

- O Homem Que Caiu Na Terra (1976) ★★★ Um alienígena vem a Terra e adota o disfarce de um homem de negócios chamado Thomas Jerome Newton. A sua missão é encontrar água para o seu planeta que está morrendo. Ele utiliza a tecnologia avançada que traz consigo para ganhar bilhões de dólares, que serão necessários para construir a espaçonave que irá levá-lo de volta para casa junto com a água. Como protagonista dessa adaptação do romance de Walter Tevis temos o David Bowie.
- Secretly, Greatly (2013) ★★★★ Won Ryu-Hwan, Lee Hae-Rang e Ri Hae-Jin, são espiões norte coreanos que se infiltraram na Coréia do Sul como o bobo da vila, um astro de rock e um estudante de ensino médio, respectivamente. Eles observam e vivem sem ser notados na vizinhança enquanto esperam suas ordens, até que um dia, devido a uma mudança de poder no Norte, uma ordem inesperada chega.
- Dear White People série (2017) ★★★★ Baseado no aclamado filme independente, essa série original da Netflix satiriza as relações "pós-raciais" dos EUA acompanhando alunos negros que entraram numa universidade de elite. Quatro estudantes negros entram numa universidade da Ivy League, onde um tumulto irrompe depois de uma festa temática "afro-americana" promovida por estudantes brancos. O filme explora a identidade racial na América pós-racial, enquanto tece uma história sobre as tentativas de fazer uma trajetória única no mundo
- Make Good Art, Neil Gaiman (2012) ★★★★★ Neil Gaiman faz discurso inspirador para os formandos da University of the Arts da Philadelphia sobre viver de arte e ultrapassar os bloqueios criativos. Eu assisto a esse discurso uma vez por semana.
- DMT: A Molécula do Espírito (2010) ★★★ "A Molécula do Espírito" tece uma visão sobre as pesquisas pioneiras do Dr. Rick Strassman com DMT (dimetiltriptamina) com uma abordagem multifacetada a este intrigante alucinógeno encontrado no cérebro humano e em milhares de plantas. Utilizando entrevistas com uma variedade de especialistas para explicar seus pensamentos e experiências com DMT em suas respectivas áreas, e com os relatos dos voluntários da pesquisa de Strassman, o documentário traz à luz os incríveis efeitos deste composto, e teorias de longo alcance sobre o seu papel na consciência humana.
- Satânico (2016) ★ Quatro amigos indo para Coachella dão uma paradinha em Loas Angeles para visitar alguns lugares ocultos onde ocorreram crimes, apenas para encontrarem uma jovem misteriosa fugitiva que os coloca em um terrível caminho de horror.
- Los Inocentes (2015) ★ Argentina, século XIX. Ao retornar às terras de sua família depois de 15 anos, um homem traz à tona um passado violento e acaba despertando espíritos adormecidos sedentos por vingança.
- Dramaworld (2016) ★★ Claire Duncan, é uma estudante nerd de 20 anos, obcecada por drama coreano. Enquanto a maioria das pessoas estão se divertindo, ela está no smartphone assistindo seu k-drama favorito, Taste of Love. Seu mundo, no entanto, é virado de ponta cabeça, através de uma reviravolta do destino e num toque de mágica, ela se vê sugada pelo seu smartphone e transportada para dentro do mundo do seu k-drama favorito. Presa dentro Dramaworld, Claire finalmente chega a conhecer Joon Park, em carne e osso. Mas agora que ela é uma atriz principal, ela não pode apenas assistir o drama se desenrolar. Ela tem que ser parte dele.
- The Get Down (2016) ★★★★★ A história é situada na década de 1970, em Nova Iorque, e acompanha a vida de um grupo de adolescentes do Bronx que respiram a música hip hop. Sem ter ninguém com quem contar, a não ser eles mesmos, os garotos se aventuram pela cidade com latas de spray e passos improvisados de dança. A série tem como objetivo mostrar como a cidade, à beira de uma crise econômica, viu surgir a música hip hop. A história será narrada do ponto de vista dos garotos.
- Espelhos do Medo (2008) ★★ Ben Carson é um ex-detetive que, há um ano, foi suspenso do Departamento de Polícia de Nova York por ter atingido com um tiro um policial infiltrado. O caso fez com que se tornasse alcóolatra, o que o afastou de sua esposa e filhos. Tentando retomar sua vida em família, Ben aceita o emprego de vigia noturno nas ruínas de uma loja de departamentos. Porém enquanto patrulha o local ele começa a notar algo estranho nos espelhos usados como enfeite, já que refletem imagens horripilantes.
- Jerusalém (2015) ★ Duas meninas americanas de férias seguem um belo e misterioso estudante de antropologia em uma viagem para Jerusalém. A festa é interrompida quando o trio é apanhado no meio de um apocalipse bíblico. Presos entre as antigas muralhas da cidade santa, os três viajantes deve sobreviver tempo suficiente para encontrar uma saída enquanto a fúria do inferno é lançada sobre eles.
- Observar e Absorver (2016) ★★★ Observar e Absorver é um documentário que retrata a vida e a obra de Eduardo Marinho. Um homem que seguiu o caminho contrário dos padrões da sociedade. Quem indicou esse documentário foi a maravilhosa Marina, do 31 de Março.
- Gênio Indomável (1997) ★★★★★ Em Boston, um jovem de 20 anosque já teve algumas passagens pela polícia e é servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.
- Midnight Special (2016) ★★★ Alton é um garoto de oito anos que desenvolve poderes especiais, fazendo com que o pai faça de tudo para protegê-lo. O que começou com uma corrida contra os religiosos extremistas e forças locais da lei, logo a notícia ganha proporções maiores, se espalhando pelos altos níveis do Governo Federal. O pai fará de tudo para proteger Alton e ajudar o mundo a ter um destino que pode mudá-lo para sempre.


- Get Out (2017) ★★★ Chris é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose. A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.
- Mary Poppins (1964) ★★★ Londres, 1910. Um banqueiro, George Banks, resolve redigir um anúncio pedindo uma babá, após Michael e Jane, seus filhos, mais uma vez sumirem e fazerem Katie Nanna, a babá, pedir demissão. As crianças também escreveram um anúncio, que difere bastante da babá que George, pensa em contratar, tanto que depois de lê-lo o rasga e joga na lareira, por tê-lo achado fantasioso demais. Porém, os pedaços de papel milagrosamente voam juntos até uma nuvem próxima, onde está uma pessoa muito especial: Mary Poppins. 
- Paris is Burning (1990) ★★★★ Este premiado e antológico documentário explora a cena dos Ballrooms de New York na segunda metade dos anos 1980. Criada pela população LGBT de origem afro-latina, essa subcultura é explorada em todos os seus aspectos e reflexões, tendo como foco alguns personagens marcantes de uma cena que ainda vive, desde o final dos anos 1950 até o nosso tempo. Esse filme é considerado um marco na visibilidade da população LGBT nos EUA, sendo pioneiro em mostrar a realidade crua misturada à cultura vibrante e criativa da cena dos Balls de New York. Por isso, ele é tomado por boa parte dos LGBT estadunidenses como um guia fundamental de auto-consciência histórica e cultural.
- Cabeças Falantes (1980) ★★★★★ São feitas apenas três perguntas aos entrevistados: em que ano você nasceu, quem é você e o que você mais deseja. Começando com um entrevistado recém-nascido, as mesmas perguntas vão sendo feitas até chegar à última entrevistada, uma senhora de mais de um século. Achei esse documentário maravilhoso no blog da Gabriela, de Fugi de Casa.
- Estrelas Além do Tempo (2016) ★★★★★ A história é centrada em Katherine Johnson, uma brilhante matemática afroamericana que, ao lado das colegas Dorothy Vaughn e Mary Jackson, foi peça fundamental numa das maiores operações da história dos Estados Unidos: o lançamento do astronauta John Glenn para a órbita da Terra e seu retorno em segurança. Junto, o trio ultrapassou todos os limites de gênero, raça e profissionais para embarcar e serem muito bem-sucedidas nessa missão pioneira.
- Fragmentado (2017) ★★★★ Kevin possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.
- T2: Trainspotting (2017) ★★★ Sequência de Trainspotting (1996), a trama apresenta os mesmos personagens e o mesmo elenco, vinte anos depois.
- O Profissional (1994) ★★★ Em Nova Iorque o assassino profissional Leon não vê sentido na vida. Quando a família vizinha é morta por policiais envolvidos com drogas, ele decide proteger Mathilda, uma menina de 12 anos que é a única sobrevivente da família. Ela deseja se tornar uma assassina, para poder vingar a morte do seu irmão de 4 anos. Enquanto ela cuida da casa e ensina o pistoleiro a ler e a escrever, ele lhe ensina o básico de como manejar uma arma.
- Amor e Outras Drogas (2010) ★★ Maggie é uma mulher de espí­rito livre que não quer se amarrar de maneira alguma. Ela só não esperava conhecer Jamie, um charmoso vendedor de produtos farmacêuticos que tem todas as mulheres aos seus pés. Aos poucos o relacionamento evoluiu e ambos descobrem que estão sob a influência da droga mais forte já inventada: o amor.


△ o que escrevi no blog △

Maio e junho foi xoxo aqui no blog, eu quase não apareci :c

A única experiência que nunca descreverei (1317 visualizações até agora).
- Minha memória é um jardim selvagem cheio de duendes (1747 visualizações até agora).
Memory Jar: Abril ❤ (971 visualizações até agora).
Amigos que fazem música ♪ (1112 visualizações até agora).
- 6 filmes da sessão da tarde que mexeram comigo (1192 visualizações até agora).
Os últimos desenhos que fiz são pedaços de mim (1954 visualizações até agora).
- A síndrome de impostora entre os próprios amigos (6057 visualizações até agora).
- Namore alguém que ame a sua arte (98397 visualizações até agora).
Os últimos desenhos que fiz são pedaços da minha alma (1882 visualizações até agora).
Meus hábitos de leitura (689 visualizações até agora).
5 playlists de lo-fi hip-hop que eu escuto para desenhar (1287 visualizações até agora).
Liebster Award e a blogosfera de antigamente (419 visualizações até agora).

△ o que me aconteceu △

- Fui assunto de um artigo escrito pela blogueira e digital influencer Nati Pereira, do Mundo de Nati, sobre meus desenhos e meus textos! 
- Fiquei bêbada e conversei sobre astronomia com pessoas que nunca vi na vida e certamente não verei novamente.
- Maio foi o mês que eu mais saí e vi meus amigos.
- Completei meu desafio pessoal de fazer 1 desenho por dia, durante trinta dias.
- Comecei a caminhar de madrugada com a minha avó.
- Comecei a ensinar matemática e português para as minhas primas de 8 anos.
- A maravilhosa Raphaela Corsi, da Revista Capitolina, escreveu sobre "a revolução das narrativas feministas nas histórias em quadrinhos", e eu fui uma das quadrinistas que ela citou no artigo. 
- Dei uma entrevista para a Marina Kaiser, junto com outros artistas, e surgiu esse artigo maravilhoso.
- Descobri que o Correio Braziliense citou o Universo em bolha de tinta em seu artigo e eu não estava sabendooooooooo *O*.
- Minha página no facebook alcançou CEM MIL SEGUIDORES!
- Criei um apoie-se *o*.

Espero que julho seja melhor ❤!

You Might Also Like

13 comentários

  1. meu deus menina, você lê demais!! hahahaha ultimamente tô tão viciada em séries que meu tempo livre vai tudo pra isso! #shame eu era uma leitora voraz tempos atrás, sinto falta desse tempo! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei com é, eu amo quase tudo ligado a cultura pop, mas as vezes vicío em uma só coisa e fico nisso #fodaisso

      Excluir
  2. GENTE DO CÉU!!!! Que produtiva!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Me senti até mal hahahaha
    Adorei os quadrinhos =D E que bom que vc conseguiu cumprir seu objetivo =D

    ResponderExcluir
  3. É espantoso o teu consumo de cultura.
    Gostei muito dos desenhos, e sim é nítida a evolução dos desenhos ao longo dos dias.
    Parabéns pela citação na revista :)

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Fiquei um tempo fora desse mundo da blogesfera e estava morrendo de saudade!
    Agora voltei com força total!
    Menina simplesmente amei esse post!
    Acho que vou fazer assim no meu blog tb!
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderExcluir
  5. Adoro esse tipo de postagem ❤
    Também adoro todos os teus quadrinhos do fundo do meu coração ❤ gostaria de ter todos em um livro! Que bom que conseguiu desenhar por 30 dias seguidos, decidi me propor o mesmo desafio assim que iniciar as férias de inverno.

    Li todas as zines, e são um amorzinho <3 Fiquei curiosa pelo livro Só Garotos e Mulheres que correm com os lobos, vou ler assim que tiver chance. Quanto filme legal!! Quero assistir Dear White People, Get Down, Gênio Indomável, Paris is Burning, Make a Good Art, T2 e Fragmentado.

    É muito bom ver e sair com os amigos bastante, conhecer pessoas novas e falar sobre coisas interessantes, ou mesmo que seja falar besteira e rir um monte. E mais tarde poder lembrar de tudo. A nostalgia é um dos meus sentimentos favoritos ❤

    ⭐ parabéns pelas indicações, citações, artigos e entrevistas, deve ser incrível ser reconhecida pelo que tu gosta de fazer e ainda mais quando é algo tão bonito como o que tu faz ⭐

    http://odisseia666.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Que postagem enorme, não consigo nem comentar cada detalhe hahaah gosto muito desse tipo de postagem e dá pra ver que você as faz com tanto carinho e fico muito feliz por você e suas conquistas, porque o que você faz é incrível!
    Eu amo muito o filme O profissional e dei um grito quando vi ele na lista uashausha vou entrar nesse post sempre que eu quiser mais ideias pra filmes. Você é muito produtiva e tu me inspira demais! Pretendo voltar a desenhar e o desafio de 30 dias de desenho está me inspirando hahah
    Obrigada, obrigada e obrigada por compartilhar isso aqui, te admiro muitão!

    Beijos,
    ahamare.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Né? Nem posso acreditar que Julho já está quase na metade... Parece que passa cada vez mais rápido.
    Sobre seus desenhos/quadrinhos (nunca sei como me referir a eles), identifiquei-me com alguns, principalmente o que fala sobre uma amizade que parece não mudar com o tempo. Porque esse mês retomei o contato com uma amiga de infância e foi exatamente desse jeito, como se nunca tivéssemos tanto tempo sem nos falar.
    Da sua lista de lidos eu me interessei por alguns, vou dar uma procurada em alguns títulos que ganharam 5 estrelas.
    Dos filmes, eu pretendo assistir Fragmentado, estou muito curiosa para saber se ele tão bom quanto estou escutando que é.
    Adorei o post! E Parabéns pelo objetivo cumprido e pelo reconhecimento na revista!!

    Beijos <3

    ResponderExcluir
  8. eu não assisti esse discurso de neil gaiman, mas vi que tinha um livrinho com ele, estava bem baratinho na amazon e acabei comprando. ainda não comecei a ler, mas fiquei empolgada por ter dado 5 estrelas ♥ e menina, quanta coisa! HAHAHAHA

    ResponderExcluir
  9. Mulher, você fez muitaa coisa, nem precisa se culpar por não assistir filme todos os dias porque mesmo assim você teve um saldo maravilhosoo. Acompanho seus desenhos pela página no facebook e ficaram todos liindos. Tantos livros, tantos filmes e tantos trabalhos terminados ... quero ser assim quando crescer haha
    beijo
    Neoguedes

    ResponderExcluir
  10. Adorei os seus desenhos e me identifiquei com alguns deles, você é uma grande artista, faz desenhos, tem um blog e ainda consegue fazer esse tanto de coisa! Eu queria mto conseguir fazer mt coisas tbm *.* Bjss

    Conceito Aberto

    ResponderExcluir
  11. Parabéns por ter conseguido cumprir os desafios! Amo suas tirinhas (já disse isso, né?) e tô torcendo pra que seu trabalho cresça cada vez mais. 100 mil seguidores é pouco pro seu talento ♥
    Gente, você assistiu muita coisa kkkkk Tô bem atrasada com as minhas séries, mas morrendo de vontade de começar outras. Esse discurso faça boa arte do Niel Gaiman é maravilhoso (por coincidência, vou começar a ler um livro dele agora kkk).
    Ah, e a próxima vez que for beber e conversar sobre astronomia ME CHAMA!!!!! Quero curtir essa vibe também kkkkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Teus trbalhos são incríveis, é o seu memory jar que me inspirou a criar meu I Life, I Like... lá no blog
    Adorei as coisas que vc fez nesses últimos meses S2

    ResponderExcluir

;D