Namore alguém que ame a sua arte.

Facebook  |  Instagram  |  Tumblr  |  Twitter Muito tempo atrás, quando eu ainda estava no ensino fundamental, li um texto que falava...


Muito tempo atrás, quando eu ainda estava no ensino fundamental, li um texto que falava sobre a cilada em ter um relacionamento com alguém que não aprecia o que você escreve. Ele era destinado aos escritores, e avisava como um namoro poderia ser ruim, caso a outra pessoa não gostasse da sua literatura e só te diminuísse, dizendo que é besteira e que não deveria continuar escrevendo. No início, discordei do texto, acreditei que não fazia sentido amar apenas alguém que gostasse do que eu escrevia e desenhava, até porque nenhum dos meus namorados e namoradas jamais gostou realmente dos meus desenhos e pinturas, e poucos apreciavam às vezes meus textos. Acreditei que o amor dos outros por mim poderia ser totalmente separado do amor pelas coisas que eu produzia. Eu estava errada.

Não importa se a sua arte é a pintura, o desenho, a literatura, a fotografia, a música, o teatro, é necessário se relacionar com quem aprecia o que você faz. Eu sei que ninguém é obrigado a gostar das coisas, mas é solitário trilhar um caminho em que a pessoa que você namora não te apoia de coração. É desanimador mostrar com empolgação algo que você produziu, e a pessoa apenas criticar, ou falar um "legal" sem emoção. 

Para mim, meus desenhos e textos falam sobre a minha alma, eu coloco meus segredos e sentimentos neles. Hoje eu penso: como alguém que diz me amar, pode não gostar do que produzo, quando o que produzo faz parte do meu eu mais profundo? Se ela não gosta do que faz parte da minha expressão, então do que ela gosta em mim? Talvez ela tenha apenas idealizado uma imagem de quem eu sou, e não tenha interesse em conhecer e gostar do meu verdadeiro eu.

Sendo alguém que morreria se parasse de desenhar e escrever, eu não aceitarei o amor de alguém que não ame o que faço. Eu quero o amor de quem enxerga meus sentimentos nos desenhos, alguém que ame os meus textos, mesmo quando estão confusos e sem conclusão. Quero o amor de quem me ache incrível e que me incentive a continuar, que me inspire e que queira me ver crescer. 
Se a pessoa não ama as minhas formas mais sinceras de expressão, então o que ela ama em mim? 

You Might Also Like

25 comentários

  1. amo o que você escreve, o que desenha. tudo isso me da motivação pra algum dia marcar as pessoas do jeito que você me marcou.

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto, Bruna! Eu tbm acho impossível nos separar da nossa obra, pois ela é uma extensão do nosso sentir, pensar, produzir. Como amar e confiar em alguém que renega isso? E eu adoro os teus textos e desenhos, continua produzindo sempre, nunca pare! Vc consegue chegar ao coração de muitas pessoas através da sua arte.
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  3. Exatamente! E que texto bonito!
    Além disso tudo que você mencionou, existem tantas pessoas que não valorizam e desprezam a arte, e um artista não quer estar do lado de quem não admira o que ele faz, o seu eu interior. Você amando e apoiando a arte, logo você amará e apoiará o artista, não tem como escolher.

    ahamare.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que texto ótimo! Meu noivo apoia e me ajuda muito com meus desenhos e isso é muito importante pra mim. Acho que você tem que sentir apoio de quem está ao seu lado sim =D

    ResponderExcluir
  5. Uau! Vivi meu primeiro amor de forma muito intensa. Com isso, entrei de cabeça na poesia. Ele nem ligava para a minha escrita. O amor acabou e o tempo passou. Hoje sou ainda mais poética, não consigo entender como tantas poesias lindas não penetraram no coração dele. O engraçado é que até então, nunca havia parado pra pensar sobre isso. Só de ler o título do texto já discordei. SÓ que sempre quando lembro da negligência dele aos meus textos sinto até uma dor. Acredito que este pensamento de namorar quem ama minha arte vivia em mim de forma inconsciente. Obrigada por me fazer ter a percepção de algo tão importante! Sério, obrigada mesmo!! <3

    ResponderExcluir
  6. graças a Deus meu namorido me incentiva muito, no blog, na minha vontade de ser escritora, sempre que escrevo algo mostro a ele e ele me da as opiniões mais sinceras, e eu amo isso nele, e eu também acho lindo as letras que ele escreve, apesar de não curtir muito rap, eu amo a voz dele e acho que ele tem um puta talento. Então apesar de muitas falhas nós nos admiramos e respeitamos um ao outro. E eu sou feliz por isso. Adorei essa postagem! <3


    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
  7. Isso é tão real! Minha arte é a fotografia e graças a um "se ama, volte", eu voltei a fotografar durante o namoro, e mesmo após o término, ele me apoia até hoje. <3

    ResponderExcluir
  8. Concordo 100%! Se a pessoa não ama o que o outro faz, como vai apoiar né?! <3
    Excelente texto!

    ResponderExcluir
  9. A mais pura verdade. Por coincidência ou não meu namoro acabou logo após eu ter começado a expor mais o que eu gostava de escrever sendo que antes era algo muito mais íntimo.

    ResponderExcluir
  10. Nossa me identifiquei muito... Excelente texto!!

    ResponderExcluir
  11. Eu sou psicóloga e me envolvo com questões muito sérias no meu trabalho, boa parte do que faço em relação a atendimentos são casos sigilosos, então não posso compartilhar com as pessoas, mas tenho necessidade de desabafar algumas frustrações e dificuldades e contar os momentos bons e de êxito. No momento, não tenho alguém ao meu lado, mas concordo com você, acredito que só posso estar com alguém que entenda minha profissão e possa me ouvir quando eu preciso. Além, é claro, da questão da escrita, gosto de escrever, mas nunca tive alguém que se importasse em ler meus textos, talvez precise encontrar alguém que se importe dessa forma.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gente mais certo do que isso impossível, acho que mais do que relacionamento de casal sabe, mas amigos também. Oks que ninguém é obrigado a gostar do que a gente faz, mas se essa pessoa que a gente chama de amigo tiver esse mesmo apreço pela nossa arte ou melhor, nos ajude a melhorar, ela nos ama de verdade.
    Amei o texto!

    ResponderExcluir
  13. O que você coloca no papel não é o que você tem na alma, mas uma representação; e o que a pessoa enxerga no papel não é a representação, mas uma outra coisa ainda, interpretada e moldada pelas experiências de vida dela. Ou seja: a ligação entre ideia e objeto artístico não é direta, sendo sem sentido a conclusão de que, se uma pessoa não gosta do que você produz, ela não gosta de você. Inclusive, pode acontecer de ela gostar da sua arte, mas não de você.

    Acho que o alerta que cabe é: não namore uma pessoa que não te apoia artisticamente. A pessoa não tem que gostar do que você produz pra te apoiar. Se ela vê que produzir aquilo te faz bem e ela te põe pra baixo só porque não gosta do resultado, de fato, ela não é boa pra você.

    ResponderExcluir
  14. Eu quero imprimir esse texto e sair jogando ele pro alto no bloco que eu estudo na faculdade. Eu, como escritora, consigo compreender perfeitamente o que você colocou ali, por mais egoísta que possa soar para alguém que não respira arte também. Minha arte sou eu. É a minha essência. É a minha melhor forma. Se a pessoa que se relaciona comigo não é capaz de amar esse pedaço de mim (porque sim, minha arte é um dos pedaços mais importantes de mim, aquele que eu decidi externalizar) então ela não me ama por inteiro.
    Eu tô apaixonada nesse texto.

    ResponderExcluir
  15. Xonei! Meu marido é muito ligado à arte e eu também, embora ele não goste de dança ou escrever como eu gosto, ele sempre incentiva a escrever, a fotografar ou ir conferir algo ligado à arte. Ele é homem do campo e ama a pesca. Eu não entendo muito de pesca, porém incentivo e as vezes que ele vai para voltar pra casa com 2 hrs, eu vou tb kkkkkkkkkk!!!!!

    Acho que vc mandou muito bem: não quer dizer que a pessoa tem que ser fã e adorar tudo que a gente faz, mas só o fato de mostrar interesse e apreciar, já valeu. Isso é o bonito da relação! A gente não tem que gostar sempre das mesmas coisas para se dar bem, mas precisa sim haver respeito e admiração.

    Beijos!
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Não acho que o namorado tem que necessariamente gostar de tudo o que a gente faz/produz. Mas eu acredito sim, que em grande maioria, quando há um sentimento de gostar, amar, a outra pessoa, de admirar... esse sentimento faz com que a gente tenha afinidade com o que essa pessoa faz, é mais ou menos aquela sensação de sentir orgulho quando vê algo dela. Só que também acredito que o mais importante é o namorado apoiar, incentivar, porque cada compreende uma arte de sua maneira, as vezes diferente do que queremos passar, isso depende da bagagem que cada um carrega, conhecimento, gosto, percepção. E não gostar de algo também nao significa que não goste de você. O importante é o incentivo, estar junto, querer ver você crescer. <3

    ResponderExcluir
  17. Será que é isso que eu estou buscando num relacionamento? Alguém que admira o que eu faço? Bom, acho que é mais plausível de se pensar. Como você disse, seria extramente solitário estar com alguém que não nos apoia no que gostamos :( Assim como eu quero apoiar o tal "alguém", também quero alguém que me apoie!

    Adorei o seu texto, ficou incrível e cheio de sentimentos. <3

    ResponderExcluir
  18. Oi Bruna, tudo bem? Que texto mais inspirador e que nos faz pensar... Quantos relacionamentos existem nos dias de hoje apenas porque as pessoas têm medo de ficarem sozinhas ou não querem que a sociedade veja que elas são "solteiras"? As pessoas se sujeitam a levar adiante um relacionamento abusivo, que não as fazem felizes, que não as fazem crescer como seres humanos, não as fazem ser melhores, e muitas vezes não as deixa realizar seus próprios sonhos. É preciso encontrar alguém que nos complete, que nos compreenda, que possamos contar nossos segredos, dividir nossas alegrias, e que esteja na nossa vida pra somar. Devemos ter autoestima e sempre buscar mais relacionamentos sadios. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  19. Eu concordo demais com o texto que diz pra namorar alguém que apoia o que você faz! Tenho dificuldade até mesmo de manter amizades que não apoiam, imagine um relacionamento. Não consigo me ver namorando alguém que olha pros meus desenhos, escritos e fotografias e trate tudo com indiferença. A minha alma está nessas coisas. Como você disse, se ela não gosta disso e não tem interesse, do que ela gosta em mim? Amei o texto <3

    Bjs!
    31 de Março

    ResponderExcluir
  20. Super concordo!
    Se a pessoa não ama as minhas formas mais sinceras de expressão, então o que ela ama em mim?
    É exatamente isso! Eu amo escrever, e o namoro alguém que me apoia com isso! É sempre bom ter pessoas ao redor que não te desencorajam, mas pelo contrário, te incentivem! Ótimo texto! Beijooos!

    ResponderExcluir
  21. Nossa me identifiquei muito... Excelente texto ,vc disse tudo e foi bonito ,nem todas as pessoas pensam como você .

    visite depois
    https://recordandodetalhes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Eu sempre tive vergonha de mostrar as coisas que eu escrevo pras pessoas que eu conheço, pois sei que a maioria delas ia usar isso pra me zoar. Quando a gente faz uma coisa que gosta, colocamos a nossa alma ali, é uma forma de exposição. E eu sempre tive medo de me expor demais e dar muito espaço pro deboche alheio. Depois de ler seu texto, acho que vou repensar isso. A pessoa que diz que me ama tem que saber quem está amando.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  23. Acho que sempre acreditei nessas palavras, mesmo sem nunca as ter verbalizado. A base de qualquer relação, amizades, namors, está no apoio mútuo. Quand amamos alguém, amamos tudo o que faz essas pessoas especiais, temos sima obrogação de ser aquela pessoa que inspira e apoia, acredito nisso do fundo do coração. Meu namorado por exempl, tá sempre compartilhando meus textos no face, lendo e "editando"(vulgo dizendo onde digitei lguma coisinha errada, esqueci alguma pontuação0 pra mim, sendo um amorzinho. Acredito que todos merecemos esse tipo de apoio em nossa arte, seja ela qual for!
    Beijos, amei o texto!

    Blog Insaturada

    ResponderExcluir

;D